9 Sinais da ausência de iodo em seu organismo



Elemento indispensável para a vida dos seres humanos, bem como para a vida animal, o iodo é um elemento químico descoberto pelo químico francês Bernard Courtois em 1811 a partir de um experimento em algas marinhas. 

Além de atuar para o bom e cordial funcionamento do organismo, sua aplicação mais comum é a produção de dois hormônios a tri-iodotironina (T3) e a tiroxina (T4), para a tireóide, glândula em formato de borboleta localizada na região frontal do pescoço a qual é responsável pelo controle do metabolismo.

A deficiência do iodo, gera um impacto enorme em nossa saúde. A falta de iodo desestabiliza processos químicos, hormonais e enzimáticos normais no corpo. Se você sente que seu organismo está com deficiência deste mineral consulte seu médico para discutir e desenvolver um plano de tratamento apropriado.

Como saber se meu corpo necessita de iodo?

Fazendo a análise dos sintomas a seguir, você poderá tirar suas próprias conclusões sobre os efeitos desta condição.

1) Fadiga
Dentre os principais sintomas da falta de iodo, vamos começar com um dos mais comuns a fadiga. A tireóide depende do iodo para sintetizar hormônios e facilitar o metabolismo. Se alguém desenvolve hipotireoidismo (causado por um nível insuficiente de iodo), pode diminuir todos os processos metabólicos dessa pessoa. O metabolismo é a queima de calorias que o corpo usa para produzir energia, logo uma diminuição diminui a produção de energia do corpo, resultando em fraqueza e fadiga.

2) Dores musculares e articulares
A atividade física ou serviço doméstico ou não que antes era fácil de executar, torna-se difícil em alguns até casos quase impossível com o iodo insuficiente. Os músculos ficam especialmente vulneráveis ​​a energia mais baixa. Caso o hipotireoidismo não seja tratado, o surgimento de uma doença vascular periférica pode ser concretizado. Este tipo de doença danifica os nervos periféricos, seus sintomas comuns são: a dor, dormência e formigamento nos braços e pernas.

3) Ganho de peso
O iodo é um agente essencial para a produção hormônios tireoidianos. Um metabolismo mais baixo, significa que menos calorias são queimadas para a produção de energia. Quando não podemos queimar calorias adequadamente, o nosso corpo armazena as calorias não utilizadas como gordura, o que pode acarretar em um aumento de peso.



4) Problemas de memória e depressão.
O hipotireoidismo pode causar sinais de depressão e problemas de memória nos estágios iniciais. Quando o corpo não consegue metabolizar as calorias em busca de energia, isso afeta a capacidade do cérebro de processar e reagir de maneira eficiente. Processos de pensamento e memória podem ser retardados e dispersos. A deficiência de iodo afeta muitas reações químicas dentro da mente e do corpo. Os pesquisadores provaram que desequilíbrios químicos podem causar transtornos mentais, incluindo depressão e ansiedade.

5) Sentir frio
Essa é uma das queixas mais comuns dos portadores com deficiência de iodo. Pessoas com hipotireoidismo possuem a produção de energia reduzida, diante disso a pele também pode parecer pálida devido à falta de metabolismo e nutrientes adequados. Os hormônios da tireóide ajudam a regular a temperatura do corpo. Se esses hormônios estão baixos, é provável que ocorra sensibilidade à temperatura.

6) Infertilidade
O hipotireoidismo interrompe os ciclos de ovulação das mulheres, afetando a fertilidade ao interromper ciclos regulares. Além disso, os desequilíbrios hormonais podem fazer com que as mulheres experimentem ciclos menstruais mais pesados ​​do que o normal ou irregulares.



7) Bócio
A tireóide, é uma glândula em forma de borboleta que fica na parte frontal do pescoço. Quando estamos com deficiência de iodo, é comum surgir nessa área do pescoço um tipo de papo semelhante ao um bolsão que é chamado de bócio. Esse mesmo bócio, é um dos primeiros sinais do hipotireoidismo, já que a glândula tireóide incha em resposta à estimulação constante para produzir mais hormônios. O corpo também tenta aumentar a glândula tireóide para absorver mais iodo. Normalmente, um bócio não é um problema, mas se ele ficar muito aumentado, pode causar dificuldades respiratórias e de deglutição.

8) Complicações cardiovasculares
Frequência cardíaca baixa, é um dos sintomas mais típicos do hipotireoidismo. Os hormônios tireoidianos afetam diretamente a temperatura corporal e o controle da freqüência cardíaca. Se os níveis da tireóide estão faltando, o corpo não pode regular a freqüência cardíaca de forma eficaz. Uma frequência cardíaca lenta, ou bradicardia, pode causar sintomas como tontura, náusea e desmaio. O hipotireoidismo crônico pode levar a altos níveis de colesterol LDL (ruim). O colesterol alto aumenta o risco de enfartes, insuficiência cardíaca entre outros problemas relacionados.

9) Problemas de cabelo, pele e unhas
Os hormônios da tireoide dão suporte ao crescimento de cabelos, pele e unhas. A falta desses hormônios geralmente faz com que a pele fique seca, pálida e coçando. Unhas e cabelos por sua vez, podem ficar secos, finos e quebradiços. Havendo uma diminuição no metabolismo é ainda mais prejudicial a saúde da pele, dos cabelos e das unhas, pois a quantidade de sangue rico em nutrientes fornecida ao corpo é insuficiente.


Siga - @1001duvidas no Instagram e aproveite os melhores conteúdos!

Nenhum comentário:

Comentar...

Tecnologia do Blogger.